A história de Malaquias e o “tanto faz”

Hoje vou contar a história de Malaquias, um brasileiro com uma idade média, estatura média, peso médio, classe média e vida média.

Malaquias não escolhe a roupa que vai usar para trabalhar, não escolhe a marca do café que vai tomar, não escolhe se vai precisar deixar a filha no colégio, não escolhe se vai participar de uma reunião com o chefe.

Malaquias gosta de “dar de ombros” quando fazem uma pergunta tire dele algum decisão, e ainda completa com um “tanto faz”.

Tanto faz a roupa que ele vai usar, mas quer que seja a mais bonita. Tanto faz o gosto do café que vai beber, mas precisa ser o mais gostoso. Tanto faz ele deixar a filha no colégio, mas ela precisa estar pronta assim que ele fechar a bolsa do trabalho. Tanto faz ele participar da reunião com o chefe, mas o resultado precisa ser perfeito.

O não tomar decisão, para o Malaquias, era algo bem decidido.

– “Não tenho obrigação de decidir nada”, esbravejava quando a esposa perguntava qual filme iriam assistir no Cinema, e logo em seguida se sacudia na cadeira dizendo que aquela era uma bela baboseira romântica.

E assim ele foi levando a vida: decidindo nada e exigindo tudo.

Por um tempo pareceu funcionar, mas, como a vida é uma caixinha de surpresas, “o fantástico mundo do Malaquias” se desfez no dia que ele foi trabalhar com uma roupa que detestava, bebeu um café ruim, se atrasou no trabalho e foi chamado pelo chefe para escutar uma reclamação daquelas.

Atordoado, Malaquias buscou na sua mente a resposta para um dia tão ruim, e percebeu que o não decidir dele tinha sido engolido pelo decidir de outras pessoas.

Gritou, reclamou, amaldiçoou…e nada fez com que o tempo voltasse. A decisão era certa, Malaquias não tinha querer.

E foi vivendo uma vida “sem querer” que ele percebeu quantos quereres tinha.

Malaquias queria uma roupa melhor, um café mais gostoso, uma cidade mais segura, uma escola melhor para a filha, um salário maior…

Eu só espero que um dia decidam que o Malaquias precisa volta a decidir, mas que isso não aconteça tarde demais.

Por, Dani Rabelo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s