Entrei na transição, na transição capilar – Problemas com a texturização

Acabou o mês de junho, começou o mês de julho,  e eu não falei sobre o meu quinto mês na transição capilar. Confesso que o “bicho pegou”, e quando digo isso, é especificamente sobre como a texturização já não está dando conta do cabelo natural. Acho que estamos no momento “Cheguei para ficar” 😉

Pois é, neste período, a parte natural do meu cabelo deu um pouco mais de trabalho para aceitar a texturização (para quem ainda não sabe, texturização é quando você usa técnicas para igualar a parte lisa e a parte cacheada, e no meu caso uso a meia calça). Claro que eu sabia que isso iria acontecer, afinal, o meu cabelo natural possui um cacho e volume próprio, e de alguma forma a texturização é uma modelagem.

Para deixar a coisa ainda melhor, #sqn, o inverno chegou aqui na minha cidade com vontade, e por sinal é uma dos mais frios e chuvosos dos últimos tempo. Sabe o que isso significa? A unidade do ar está elevadíssima, e cabelo cacheado detesta umidade.

eu 02Os principais problemas são: a textura não segura muito tempo, o volume fica descompensado (quando comparo a parte lisa com a cacheada), e os fios mais arrepiados do que nunca :/

Diante deste quadro, o que a Danizinha fez? A Danizinha começou a usar lenços, rabo de cavalo, grampos e tic-tacs para fazer alguns penteados que consigam melhorar a situação 🙂

Resolveu? Não, não resolveu? Ajudou? Sim, bastante.

Já estou com um palmo de cabelo natural, e confesso que a vontade de fazer o Big Chop (grande corte) está aumentando. Coloquei uma meta para retirar toda a química, e não se surpreendam se ela for antecipada 😉

Nenhuma novidade eu escrever aqui que não tenho apego por cabelo grande. Nunca tive, e quando ele estava totalmente liso passava a tesoura sem dó nem piedade, e não era por ele estar danificado, era simplesmente pelo fato da pessoa aqui achar lindo cabelo curto. Com o cabelo cacheando a coisa não mudou.

Claro que posso deixar ele grande, mas sem problema encarar o Big Chop ou optar por usá-lo mais curtinho mesmo. O importante é gostar do resultado no espelho, e só!

Então, esse foi o resumo do quinto mês de transição capilar. Continuamos no processo de nos conhecermos mais, eu e meu cabelo natural. Alguns dias ele me ajuda, outros dias se revolta, mas o saldo está sendo positivo: amando ver o crescimento de cachos que eu nem lembrava que existiam 😉

eu 03

por, Dani Rabelo  

Anúncios

Um comentário em “Entrei na transição, na transição capilar – Problemas com a texturização

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s