Dieta do jejum? Atenção, você é muito mais do que um número na balança

Daí você está navegando na internet e se depara com várias matérias falando sobre a nova dieta da moda. Detalhe, na maioria desses sites estavam todos os passos para você entrar nessa onda, e lá no final do texto surge um comentário micro dizendo dos perigos dessa dieta se ela for feita da forma errada.

É sério? É sério que essa loucura de conquistar o “corpo perfeito” chegou ao ponto de fazerem as pessoas acreditarem que não comer é a solução? É sério que você ainda não parou para pensar quem estipulou os padrões para o “corpo perfeito”?

Apenas para não ficar nenhuma dúvida, vou fazer um adendo no texto: Existe sim o jejum intermitente, que segundo alguns especialistas, se feito da forma correta, pode ajudar o organismos de diversas formas. O que coloco aqui é a forma distorcida que isso chega para as pessoas.

Poderia dizer aqui que o “corpo perfeito” é aquele que te faz feliz, mas a coisa também não é assim. O “corpo perfeito” precisa ser, antes de qualquer coisa, saudável. Sabe por qual motivo escrevo isso? Para que não apareça uma garota dizendo que se sente feliz com 20 kg.

Infelizmente com esse assunto não dá para ter “papas na língua”. Com o bombardeio de informações que temos, corpos desfilando no Instagram, no Facebook, nas capas de revista, na televisão e nos sites…É preciso que as mulheres entendam, principalmente as mais jovens, que esse padrão de beleza é surreal e perigoso.

Você é linda com barriga. Você é linda com aquela gordurinha localizada. Parceiros, ou parceiras, de verdade não reparam se você tem estria ou celulite.

Somos muito mais do que curvas, ossos e músculos. Somos pessoas, somos mulheres, e precisamos dar um basta nas tentativas que a sociedade nos coloca para que a gente entre naquela forma que eles consideram ideal.

Não, eu não sou perfeita, e muitas vezes já entrei nessa cilada. Já comprei roupas menores dizendo que ia emagrecer. Já guardei trocentas roupas no guarda-roupa achando que eu ia emagrecer. Já fiz a dieta do shake, da sopa… e depois de repensar tantas coisas, assumi meu manequim real, doei as roupas que não cabem em mim, e cada mudança no meu corpo faz parte da minha história, faz parte de quem sou. Se estou saudável, se estou bem, isso é o que vale!

Mesmo depois de ler tudo isso, ainda existir dentro de você a vontade de perder peso, eu entendo e respeito, e isso não é um problema. A minha sugestão é apenas que você pense por qual motivo está fazendo isso, e faça com cuidado e zelando pela sua saúde.

Fale com um profissional de saúde responsável. Cuida da sua mente, e com certeza o resultado da balança não vai ter esse peso todo.

Não importa se você veste 36, 40 ou 50. Se está tudo bem na sua cabeça, se está tudo bem com o seu corpo, siga adiante. Se ame e se respeite 😉

por, Dani Rabelo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s