Vivendo o Carnaval já pensando no feriado da Páscoa

Alguém mais percebeu, e se incomoda, com essa onda do comércio de antecipar as festividades absurdamente? Ainda no feriado de Carnaval e já era possível ver propaganda e encontrar Ovos de Páscoa nas prateleiras de algumas lojas e supermercados.

Pode dizer que é a “crise” (tenho uma opinião própria sobre essa crise, e posteriormente posso até escrever um texto sobre isso), mas a pilha que o comércio coloca não necessariamente precisa contagiar as pessoas. Pensando bem…será que nós é que servimos de inspiração para eles?

O que consigo notar é que nem bem estamos vivendo um momento festivo, e não vou falar aqui sobre crenças e assuntos afins, já estamos pensando no próximo feriado, na próxima celebração. E essa correria, de viver menos o hoje e correr para viver o amanhã, está estampado nas vitrines.

Pensamos tanto no futuro que, muitas vezes, deixamos de viver o presente. Durante o Natal estávamos desejando e sonhando com o Carnaval, no Carnaval planejamos o feriado da Páscoa, na Páscoa estamos comendo ovos de chocolate visualizando que em breve estaremos dançando muito forró e comendo muita comida de milho, e assim vamos até chegarmos em mais um Natal.

Vale mesmo viver assim? Na verdade, isso é viver?

Também não estou falando que é para viver o hoje como se fosse o último dia das nossas vidas, afinal, o que pode diferenciar um remédio de um veneno é a dosagem. Sabe aquela história de “cada passo de uma vez”, é isso!

Acabou o Carnaval, e temos ainda muitas semanas e finais de semanas até o próximo feriado. Temos muitas coisas para fazer, muitos amigos para encontrar, muitos beijos para dar, muitos projetos para implantar….e quando menos percebermos, a Páscoa chegou, o São João…

Já pensou que viver pode ser bem parecido com comer? Quando comemos algo, se fizermos isso com pressa, por mais gostosa que ela seja, nunca vamos sentir os seus sabores, os seus temperos, o seu amargo e o seu doce. Também não vale comer o prato principal pensando na sobremesa. Outra coisa, quando comemos devagar, nos sentimos mais saciados.

Então, que tal transpor isso para a vida? Que tal degustarmos cada momento? Que tal deixar o trabalho, o Whatsapp, o Instagram… de lado por alguns minutos ou horas? Que tal simplesmente viver aquilo que pode parecer uma bobagem, mas que na verdade não é.

Você pode planejar os seus futuros passos, mas não esqueça de ver o local que você pisa hoje e agora.

por, Dani Rabelo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s