Carnaval e a cultura do “tudo é permitido”

Carnaval chegando, e a cultura do “tudo é permitido” também. Será? Será mesmo que tudo deve ser permitido?

Por mais que o clima seja de festa, por mais que esses quatro dias pareçam ser os últimos das férias de verão, e só depois da Quarta-feira de Cinzas o ano vai começar de verdade, a coisa não é bem assim. Na verdade, a coisa não é nada assim.

Carnaval não é justificativa para uma mulher ser assediada, violentada, julgada e condenada. Não importa se ela está usando shorts ou apenas lantejoulas, o corpo é dela e a decisão do que vestir, ou não vestir, também.

Carnaval não é justificativa para você “brincar” de chamar o outro de viado ou macaco, pois  na verdade vocês está colocando para fora toda a sua homofobia e racismo.

Carnaval não é justificativa para você beber e fazer o que sempre teve vontade, e aqui estou falando de sair com “novinhas” que na verdade ainda são crianças, pegar seu carrão e dirigir loucamente ou decidir que um morador de rua não merece viver.

Carnaval não é justificativa para fazer sexo sem camisinha achando que o importante é a curtição.

Carnaval não é justificativa para você colocar o valentão que existe em você para fora e sair espancando mulheres e homens.

Carnaval é apenas um feriado, e nele precisamos manter posturas que andam esquecidas nos dias atuais.

Dá para pular o Carnaval sem ser machista, racista, homofóbico e xenófobo.

Dá para pular o Carnaval respeitando o outro, e tendo os seus direitos respeitados.

por, Dani Rabelo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s