Esmaltes do mês de janeiro/2017

Minhas primeiras lembranças de esmaltes são de quando eu tinha aproximadamente quatro anos. Uma senhora era a manicure oficial da nossa vizinhança, e nos finais de semana circulava de casa em casa com uma bolsa cheia de esmaltes.

Sempre que ela chegava lá em casa, entre uma conversa e outra com a minha mãe, tirava todas as suas “ferramentas” de trabalho: alicates, algodão, lixa e aquelas dezenas de vidrinhos que me encantavam pelo tamanho e pelas cores.

Bem, acho que foi assim que começou o meu interesse por pintar as unhas, e já tive a fase dos rosas, dos vermelhos, vinhos, pretos…e agora cheguei no momento nude.

Sou daquelas que pintam as unhas semanalmente, e eu mesmo faço isso. Não tiro a cutícula por opção, mas todo o resto é feito como um ritual, e naqueles minutos penso na vida. Sim, pintar as unhas para mim é uma forma de terapia, e sei que algumas pessoas podem achar isso muito louco 🙂

Hoje trago a resenha dos esmaltes que usei no mês de janeiro. Não tenho frescura com marca, mas não tenho coragem de pagar muito caro por um vidrinho. Minhas principais exigências como consumidora são: cobertura uniforme, durabilidade, brilho e secagem rápida.

Então, vamos lá para os primeiros escolhidos do ano 😉

Impala – Sandy – Escolho Você

Essa coleção da Impala com a Sandy foi lançada no primeiro semestre de 2016, e junto também foram feitos batons líquidos matte no mesmo tom dos esmaltes. Eu comprei apenas o esmalte, pois o batom não fez a minha cabeça.

impala-sandy
Impala – Sandy – Escolho Você

A cor desse esmalte é um rosa envelhecido, ou um nude rosado, e a única diferença entre ele e a linha normal da Impala é a sua embalagem. Sua textura é bem cremosa, fácil de passar, cobre tudo na segunda camada, possui uma secagem mediana e entrega um brilho normal.

Sobre a durabilidade, ele ficou intacto por quatro dias, encarando a preparação de receitas, lavagem de louça, de roupa e o dia a dia de quem gosta de artesanato. Resumindo, esse esmalte da Sandy passou em todos os testes 😉

impala-sandy-01
Impala – Sandy – Escolho Você

Risqué – Diário de Viagem – Agrada a Gregos e Troianos

Lançado pela Risqué no segundo semestre de 2016, essa coleção foi desenvolvida pelas três vencedoras do concurso cultural “Inspire a nova Edição Especial Risqué 2015″. Segundo explicação da marca, “as cores refletem as experiências de cada uma delas em seus destinos: Barcelona, Cancun e Grécia”.

risque-agrada-a-gregos-e-troianos
Risqué – Diário de Viagem – Agrada a Gregos e Troianos

Fiquei com a criação de Raíza Sanchez, que bolou um “nude inspirado nos monumentos antigos com um toque metalizado da Grécia moderna”. Adoro essas descrições 🙂

Bem, esse esmalte nada mais é do que um nude metalizado bem discreto, com uma excelente cobertura, secagem rápida e duração nota dez. Os esmaltes da Riqué são os que mais duram nas minhas unhas, e o pincel chato facilita demais a aplicação.

risque-agrada-a-gregos-e-troianos-01
Risqué – Di[ario de Viagem – Agrada a Gregos e Troianos
Impala – Nude Clássico

Uma das cores mais antigas da linha regular da Impala, o Nude Clássico é o queridinho de muita gente. Sabe quando você quer um esmalte bege coringa? Sabe quando você quer um esmalte que fique bonito sem dar trabalho? Pronto, essa é uma ótima escolha.

impala-nude-classico
Impala – Nude Clássico

O produto vem no vidrinho normal da marca, com o pincel padrão (que eu não gosto), e faz o trabalho bem direitinho: dura, tem um brilho legal e seca rápido.

impala-nude-classico-01
Impala – Nude Clássico

Risqué – Cocker

Esse esmalte apareceu pela primeira vez dentro da Coleção Dogs (2012), porém, a aceitação foi tão boa que entrou para a linha regular da marca.

risque-cocker
Risqué – Cocker

Definitivamente é um dos meus nudes preferidos. Gosto muito de nudes, ou beges, frios ou mais claros. O Cocker é metalizado, mas as suas partículas de brilho são maiores do que as do esmalte “Agrada a Gregos e Troianos”.

Mesmo eu amando a cor, sua cobertura não me agrada. Preciso passar três camadas, e mesmo assim a parte branca da minha unha ainda fica visível. Com tantos níveis de produto a secagem fica mais demorada, e não borrar durante esse tempo é quase impossível :/

Tenho por ele uma relação de amor e ódio, mas por ser tão lindo sempre acabo dando mais uma chance.

risque-cocker-01
Risqué – Cocker

por, Dani Rabelo

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s