Saia Justa? Que nada, elas tiram de letra

Dia da semana: Quarta-feira. Hora: 21h (aqui não tem horário de verão). Local: Sala de Casa. Atividade: assistindo o programa Saia Justa.

Sim, esse é o meu ritual quase todas as quartas-feiras, e quando não consigo ver na TV corro para o computador.

Impossível terminar o ano sem reconhecer que o GNT acertou em manter a formação do Saia Justa com Astrid  Fontenelle, Maria Ribeiro, Mônica Martelli e Barbara Gancia. O quarteto consegue, de uma forma única, debater temas diversos, passando entre os mais polêmicos até os mais “superficiais”, com muita sagacidade e inteligência.

Cada uma exerce um papel importantíssimo, e para mim isso é que faz o programa ser tão bom. Astrid, jornalista que eu acompanho desde os tempos do Barraco MTV (é o novo!!!), continua conseguindo dirigir um debate como ninguém, sem ser grossa, sem ser indelicada, e ainda colocando sua opinião de uma forma didática e bem clara. Sou fã da Astrid, fato!

saia-justa-02
Em 2016 o Saia Justa apresentou o formato “ao vivo” com o quarteto visitando algumas cidades e fazendo o programa dentro de um teatro, com plateia e tudo.

Maria Ribeiro para mim foi uma grande e grata surpresa. Estava acostumada com ela nas novelinhas da Globo, e não esperava a sua desenvoltura no Saia Justa. Mesmo em algumas oportunidades eu não concorde com as suas colocações, admiro que ela demonstra o que muitas vezes escondemos por causa do nosso medo do julgamento alheio.

Mônica Martelli , que antes para mim era uma atriz de comédia, e só, surgiu com opiniões que muitas vezes me fazem pensar, e de alguma forma revela, elegantemente, momentos da sua vida entre um debate e outro .

Agora, vamos combinar, o que posso dizer de Barbara Gancia? Com ela compartilho muitas opiniões, e que nos seus rompantes de sinceridade tira de mim boas gargalhadas.

Já vi debates entre elas que poderiam durar horas e eu não ficaria cansada de ouvir a ponderação de cada uma. Já vi elas falarem sem hipocrisia de temas como aborto, traição, corrupção, preconceito, educação, adoção… A lista é infinita, e um assunto mais interessante do que o outro, sem contar com as indicações de livros. Se eu pudesse leria todos!

Confesso que desde 2013 me dá um frio na barriga quando o final do ano se aproxima, e imagino a possibilidade do GNT pensar em mudar a formação do Saia Justa. Sei que isso poderá acontecer em breve, mas acho bem complicado outra turma bater a sintonia entre essas quatro e o telespectador.

Eu me sinto sentada naquele sofá maravilhoso batendo um papo com elas, e só espero que essa conversa entre comadres seja longa, bem longa.

por, Dani Rabelo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s